sábado , 16 dezembro 2017
Últimas Notícias

Tenente Castro – grande dirigente do RAC e do futebol potiguar

Tenente Castro e o dirigente do ABC  Alberto Amorim.

Tenente Castro e o dirigente do ABC Alberto Amorim.

O Riachuelo Atlético Clube teve um dos mais valorosos dirigentes do futebol do Rio Grande Norte. O Tenente Castro, nascido em 28 de maio de 1926 e falecido em 18 de abril de 2006, foi um grande líder, que prestou serviços ao Clube nas décadas de 1960 a 80 e ocupou importantes cargos na Federação Norte-Riograndense de Futebol.

Durante os quase vinte anos que dedicou ao RAC, o Suboficial Fuzileiro Naval Antonio Pereira de Castro foi treinador, tesoureiro, vice-presidente e presidente. Com o Suboficial Castro à frente, o RAC formou grandes atletas e fez memoráveis campanhas no futebol Potiguar. Foi na sua gestão que surgiram os craques Pádua, Garcia, Marinho Chagas, Vasconcelos, Sérgio Poti, entre outros e que foi obtida a maior conquista dos Navais, o Vice-Campeonato Estadual de 1967.

Tenente Castro(camisa branca) e Henrique Gaspar, Presidente do América, sendo entrevistado pelo saudoso repórter Sousa Silva.

Tenente Castro(camisa branca) e Henrique Gaspar, Presidente do América, sendo entrevistado pelo saudoso repórter Sousa Silva.

O Suboficial Castro contava com o valoroso apoio da Marinha do Brasil, respaldado na imagem que construiu ao longo da sua carreira. O RAC treinava nas dependências do Centro de Instrução Almirante Tamandaré, hoje Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal, e concentrava os seus atletas, na véspera dos jogos, na Base Naval de Natal, que disponibilizava alojamento e refeições. Essa estrutura, somada à capacidade administrativa que possuía, fizeram dos Navais um dos grandes times do Rio Grande do Norte.

O engrandecimento do Clube alviazulino do Rio Grande Norte não foi a única conquista do Suboficial Castro. Em virtude do talento demonstrado, foi convidado e ocupou os cargos de Diretor Técnico e de Secretário Geral da Federação Norte-Riograndense de Futebol (FNF). O competente dirigente do RAC era considerado homem de confiança pelo Presidente da Federação e sob a sua gerência foram realizados vários bingos que geravam renda para os clubes potiguares.

Nivaldo Sousa (2)

Da esquerda para direita: João Machado (Presidente da FNF), Nivaldo Sousa (Diretor da ACERN) e Tenente Castro (Diretor Técnico da FNF)

O Suboficial Castro tornou-se uma referência no Rio Grande do Norte, ao ponto de o ABC, ao realizar o seu bingo, convidar o competente dirigente do RAC, para assumir a coordenação geral do evento.

O Suboficial Castro, ao transferir-se para reserva da Marinha do Brasil, foi promovido ao posto de Tenente, passando a ser conhecido como Tenente Castro. Veio a falecer no Hospital Naval de Natal às 17h40 do dia 18 de abril de 2006. Sem mais poder contar com a sua presença, fica registrada a gratidão aos preciosos exemplos generosamente ofertados a todos os dirigentes do nosso futebol. O Riachuelo Atlético Clube muito se orgulha em poder contar a história desse homem virtuoso, responsável por uma época que ficou para sempre marcada pelo sucesso.

 

RAC - Ten. Castro 3

Tenente Castro sendo entrevistado pelo repórter Carlos Alberto no antigo Castelão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Free WordPress Themes - Download High-quality Templates